29 de maio de 2014

A Festa Junina vem aí...

Minha luz vou levando, sempre dela cuidando
Se alguém precisar, dela posso lhe dar


É com muita alegria que mães e pais estão participando das oficinas para confeccionar as lanternas que serão usadas na nossa Festa Junina.







28 de maio de 2014

Pentecostes



Homem, olha além
dos mares e montanhas
Além da estreita terra.

Ultrapassa, com a força de ti mesmo,
o horizonte longínquo.

Abandona as cadeias
que te prendem
do passado morto
ergue-se às serenas paragens.

Onde os contrastes
se anulam e as diferenças de abatem
Eleva a tua voz,
clarim do amanha.

E canta homem, cante o teu hino,
glorioso hino, retumbante e feliz,
de teu belo por vir
e grandioso destino.




A palavra pentecostes significa, em grego, quinquagésimo (dia após a Páscoa).

No primeiro pentecostes após a morte de Jesus, os Apóstolos estavam reunidos e receberam o Espírito Santo na forma de línguas de fogo: todos ficaram imersos do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas.

Dessa forma, os Apóstolos se conscientizaram de sua profunda ligação com o Cristo, podendo se dirigir aos seres humanos, transmitir seus ensinamentos e provocar acontecimentos semelhantes.

O episódio marca a união do Homem com o Espírito Santo, numa bênção coletiva, superando a dimensão individual.

Extraído de:
"Pentecostes"
O Caminho de Cristo - O resgate da magia das festas cristãs, de Evelyn Scheven
"Pentecostes"
"

20 de maio de 2014

As crianças no segundo setênio

À luz da Antroposofia, o segundo setênio (7 a 14 anos) pode ser descrito a partir das seguintes características gerais:

- Desenvolvimento anímico;
- Emancipação da vida corporal;
- Maturidade sexual;
- Interage e reage aos estímulos que recebe;
- Necessita de explicações conceituais;
- Interesse pela admiração que as coisas causam;
- Vivência na área dos sentimentos (sai sentido entra sentimento);
- Puberdade (12/14 anos) perturba a harmonia anímica;
- O professor Waldorf deve saber o que é bom ou não para seu aluno e entusiasmá-lo, deve ter “autoridade amorosa”;
- Característica: O belo.

Extraído de: "A pedagogia Waldorf"

Tardes Livres: brincadeiras, jogos e culinária!

No período da tarde, as crianças têm um espaço para brincar e se desenvolver de forma divertida.







14 de maio de 2014

Segundo setênio: o mundo é belo!

No segundo setênio, o Homem recebe a formação básica escolar. É nesta fase que se desenvolve o relacionamento afetivo com a humanidade o mundo. É a época em que se desenvolve a capacidade de amar no seu sentido mais amplo e em que os sentimentos estão se consolidando.

Por isso, as atividades artísticas são muito importantes: pintura, modelagem, teatro, desenho, música, trabalhos manuais, música, oratória, escultura.

Tudo o que é dito e feito, deve ser belo. A criança deve poder vivenciar: "o mundo é belo".





Crianças do 1º ano cuidando da Casa das Fadas

 A vivência do belo está relacionada à moral; é por meio dela que são lançadas as bases morais - o sentimento de fraternidade para com os semelhantes e de reverência com os mistérios da vida de da natureza.

Extraído de:
"Reflexões preliminares sobre a educação Waldorf que se orienta numa imagem espiritual do homem e do mundo" (Leonore Bertalot)

"Regras de ouro pra professores do 2º setênio" (Rudolf Steiner, traduçao Leonore de Bertalot)
"Rudolf Steiner e a pedagogia Waldorf" (Sueli Ambrósio)



Escola de Pais

Nossa Escola de Pais acontece toda segunda terça-feira do mês. É um espaço de reflexão e discussão sobre temas escolhidos pelos pais.

Neste mês de maio, trouxemos para a roda de conversa um tema fundamental à luz da Antroposofia: o que significa ser pai e mãe, considerando que os filhos escolhem os pais, ainda quando estão no plano espiritual, antes de sua vinda e estadia aqui na Terra?

Durante o encontro, os pais, conduzidos pelas professoras Patricia Nakai e Claudia Maria Luiz dos Santos, tiveram um momento para experienciar a arte e belo fazendo aquarela.
















9 de maio de 2014

Feliz Dia das Mães!

Nossa festa de Dias das Mães aconteceu hoje, numa linda manhã de sol.

  

As crianças do 1º e do 2º anos cantaram e entregaram os presentes que confeccionaram para as mães. Depois, mães (e alguns pais), crianças e professoras da escola compartilharam um delicioso café da manhã.

As crianças do 1º ano cantarem a canção "O Sol", composta pela professora Patricia Nakai:


"O Sol
Vem esquentar
A Terra toda
Vai brilhar
O vento voa, vuuuuuuuu
E vai e volta, vuuuuuuuuuu

Quando o Sol
E sua luz
Vem me acordar
Meu amor por você
Vai despertar"










 Os alunos da professora Bianca Cunha Cerri, do 2º ano, se apresentaram cantando "Carilhão de Noite":

"Na noite calma, silenciosa,
nosso corpo vai descansar.
Mas nossa alma,
o anjo leva,
o anjo leva a passear.

E segue a volta misteriosa,
misteriosa
que o sol vai dar
atrás do bosque,
atrás da serra,
atrás da terra,
atrás do mar.

E nessa volta todas as flores 
ganham as cores

que vão mostrar.
E os passarinhos,
também aprendem
novas cantigas para cantar.

E nessa volta 
a nossa alma
recebe tudo o que Deus lhe dá.
Fica mais leve,
fica mais forte,
no novo dia que vai chegar!"